quarta-feira, junho 28, 2006

Fibromialgia

"O seu impressionante catálogo de sintomas - nevralgia facial, dores de estômago, paralisia dos membros inferiores, palpitações, desmaios e histeria - tinha causado alguma perplexidade aos membros da profissão médica na América, que não eram capazes de encontrar nenhum distúrbio orgânico;"

"Após a morte da mãe, ela melhorou de forma notável, como se o facto de ter de cuidar do pai, agora viúvo, a tivesse feito encontrar uma razão para viver e uma insuspeitada reserva de energia; mas quando o pai morreu (...), Alice voltou ao estado de prostração anterior."

"Entretando a saúde de Alice não melhorou. Os médicos ingleses franziam o sobrolho, apalpavam, examinavam e finalmente diagnosticaram-lhe "pseudogota" e "um sistema nervoso anormalmente sensível"; receitaram-lhe pílulas e poções, choques eléctricos e banhos de água salgada. Nada produziu efeito."


Lidar com a fibromialgia não e uma tarefa fácil para ninguém, nem para os doentes, nem para os médicos, nem para os familiares, sobretudo para os familiares mais próximos e amigos. Não raras vezes estas pessoas acabam por ficar relativamente isoladas pelo desgaste que provocam nas circundantes. Em "Autor, autor", David Lodge descreve uma forma menos desgastante e muito interessante de lidar com maleita, usada supostamente por Henry James para com a sua irmã mais nova, Alice. Achei que valia a pena partilhar.

"Ao contrario da maioria dos seus amigos e parentes, Henry não achava a hipocondria de Alice nem exasperante nem uma tragédia; achava-a interessante. Parecia-lhe que ela cultivava a sua doença como ele cultivava a sua arte. A doença tinha-se tornado a sua vocação, a sua raison d'être, e de certa forma num instrumento da sua vontade. E ele não podia deixar de observar, por exemplo, que sempre que Katharine Lorig voltava após ter estado a tratar da irmã, Alice tinha uma crise e ficava de cama, para garantir que Katharine ficava a tratar dela. Embora Henry, solícito, seguisse com interesse as experiências de Alice com vários médicos e as descrevesse em pormenor a William nas cartas que lhe escrevia, no fundo nunca esperou que resultassem. Nunca supôs que ela viesse a "melhorar" e nunca se martirizou com vãs esperanças nesse sentido. Cumpria o seu dever para com ela, ia visitá-la e certificava-se de que ela estava a ser bem tratada, mas continuava a viver a sua vida como antes.
"

(Todas as citações são excertos do romance "Autor, autor" de David Lodge, sobre a vida de Henry James)

5 comentários:

Maria João disse...

li com atenção. obrigada por partilhares.*

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on!
» »

Anónimo disse...

best regards, nice info
» »

Anónimo disse...

Excellent, love it!
» »

Anónimo disse...

Keep up the good work Camcorder panasonic nvgs70e free photos preggo women mature preggo pussy threesom pregnant pussy awnings for motorcaravans Computer network response time Neighborhood watch street sign Liposuction of the face